Nós vivemos na era de ouro das viagens. Podemos relaxar num destino distante, sem custar o os olhos da cara.

 

Enquanto a viagem amplia a mente, ela também nos expõe a inúmeros perigos. Dificilmente passa um dia sem outra história de horror de um expatriado ou turista sendo preso. Muitas dessas situações são evitáveis ​​se você fizer uma revisão do país para o qual está viajando e demonstrar respeito pelo país, seu povo e suas tradições.

 

Aqui estão oito dicas para ajudá-lo a evitar ser preso no exterior. Esperamos que eles te salvem de ciladas!

 

EVITAR  APUROS NO ESTRANGEIRO: AS DIFICULDADES QUE VIAJANTES ENFRENTAM

No entanto, com o aumento das viagens globais, surge a possibilidade crescente de entrar em dificuldades em um país estrangeiro. Essas dificuldades podem variar de desentendimentos culturais a violações da lei local. Simplesmente ser ignorado ou hostilizado pela população local por desrespeitar normas de etiqueta local

 

Mas o que acontece se você fez algo (ou não fez algo que deveria ter) em um país estrangeiro e como você pode evitar que isso aconteça em primeiro lugar?

AS CONSEQUÊNCIAS

Comportamentos que podem ser considerados um desafio atrevido ou simplesmente uma noite divertida podem ter sérias consequências em alguns países e podem ser considerados um grave erro cultural ou… muito pior.

Muitos de vocês vão lembrar da situação de Eleanor Hawkins. Eleanor e um grupo de seus companheiros de viagem decidiram se retirar antes de tirar fotos no topo do Monte Kinabalu, na Malásia, uma montanha sagrada para uma comunidade tribal local. Várias dessas fotos foram postadas em sites de mídia social.

Versões do comportamento de Eleanor não são incomuns. Vimos variações em um tema do casal britânico “Sex on the Beach” para turistas chineses que cospem na Champs Élysées em Paris para o russo tentando tirar uma selfie em um museu lotado em frente a uma pintura ou estátua famosa. Nestes exemplos, um desrespeito pelo comportamento público pode ser óbvio para a maioria das pessoas.

Mas e o comportamento menos óbvio que poderia levar as pessoas com boas intenções a problemas no exterior?

8 DICAS  PARA EVITAR APUROS NO EXTERIOR

  1. LEIA!

Conheça as normas culturais do país que você pretende visitar. Com a riqueza de informações na internet e a probabilidade de você conhecer alguém que já esteve em um destino, não há desculpa para a ignorância.

Johnny Depp e sua então esposa Amber Heard entraram numa fria para trazer ilegalmente seus cães de estimação para a Austrália.

  1. ALGUMAS COISAS NÃO CAEM BEM

Leia sobre as normas culturais do país que você pretende visitar

Lembre-se de que o que pode ser perfeitamente normal para uma cultura pode causar ofensa em outra cultura. Assim como os ocidentais não gostam de cuspir em público, os estrangeiros podem não gostar do seu comportamento se você estiver bebendo, beijando ou xingando em público. Embora ambos os grupos não gostem do comportamento um do outro, no Ocidente, a ofensa é tolerada. Em muitos países estrangeiros, há pouca tolerância. Na verdade, você pode estar violando a lei local.

  1. Ser um estrangeiro não o isenta!

Não presuma que você está isento das leis locais porque é britânico, ocidental, mulher, loira, executivo de negócios ou qualquer outro rótulo demográfico que possa ser considerado “especial”. A regra “Quando em Roma, faça como os romanos fazem” aplica-se aonde quer que você vá.

Isto é especialmente verdadeiro se você é um expatriado em missão em um país estrangeiro, onde muitos desfrutam de privilégios significativos que podem não ser capazes de pagar em casa. Ser um bom hóspede significa respeitar os costumes locais, não importa quem você é.

  1. VESTIR APROPRIADAMENTE

A regra “Quando em Roma, faça como os romanos fazem” geralmente se aplica onde quer que você vá.

Reconheça que muitos países e culturas têm códigos de vestimenta. Estes códigos de vestimenta são para homens e mulheres. Não se ofenda se lhe pedirem que cubra, especialmente se estiver visitando um país muçulmano ou se estiver visitando um local sagrado de muitas religiões. Esteja ciente do que significa encobrimento em cada local.

  1. Pense duas vezes e seja inteligente

Não presuma que você está isento das leis locais porque é estrangeiro

Esteja ciente de que o que pode ser uma atração turística interessante para você pode ser um local sagrado para as pessoas locais. Aprenda como se comportar e o que não fazer sempre que visitar locais sagrados. Você é um convidado dessa cultura – eles não são obrigados a recebê-lo.

  1. OLHE PARA O CONTEXTO

Lembre-se de que muitas culturas praticam o “comportamento situacional”. Para visitantes de países estrangeiros, isso pode ser confuso. Por exemplo, visitantes de partes do Oriente Médio podem não entender por que estão vendo pessoas locais bebendo álcool quando é proibido por sua religião.

Mas, numa inspeção mais minuciosa, o consumo de álcool pode estar acontecendo em um lugar onde é culturalmente “seguro”, como uma área privada em um hotel ou em um país vizinho onde ninguém os conhece. Como visitante, só porque você vê alguém fazendo algo questionável não significa necessariamente que está tudo bem para você também.

  1. SEJA CUIDADOSO E PERGUNTE

Em caso de dúvida, pergunte, mas tenha cuidado! Em algumas culturas, a motivação para evitar ofender é forte, e eles podem dizer que algo está bem quando não é. Em outras culturas, sua pergunta será muito apreciada, e você pode ter feito um amigo, assim como evitou a ofensa. Olhe em volta e observe o que outras pessoas locais estão fazendo (ou não fazendo).

  1. APRENDA COM OS LOCAIS

Com um pouco de conhecimento, a vontade de aprender com os habitantes locais e muito senso comum, não há razão para se tornar outra Eleanor. Você pode facilmente evitar ser preso no exterior se seguir o conselho aqui e se tornar culturalmente experiente ou como o chamamos de culturalmente inteligente!

Esperamos que você aproveite sua próxima viagem ao exterior e que essas dicas te ajudem!

CONHEÇA NOSSOS CURSOS ESPECIFICOS PARA VIAGENS. E NÃO CAIA EM APUROS.